sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Nunca fui

Nunca fui morna, muito menos gelada.
Os meus sentimentos fervem.
Meu olhar queima.
Minha voz aquece.
Sou tempestade, garoa jamais!